Sejam bem-vindos!

“Quando na realidade o amor é uma coisa tão simples… Veja-o como uma flor que nasce e morre em seguida porque tem que morrer. Nada de querer guardar a flor dentro de um livro, não há nada mais triste no mundo do que fingir que há vida onde a vida acabou”

(Lygia Fagundes Telles)

Olá, amigos e leitores!

Começo este blog com uma citação de Lygia Fagundes Telles, como alguns sabem, minha escritora favorita. E é justamente sobre isso que escrevo: literatura. É para partilhar literatura, minha e de outros autores e autoras (se é que posso chamar o que escrevo de literatura) que escrevo esse blog.

Espero que vocês gostem do que encontrarão aqui.

Escreverei, enfim, simplesmente por escrever, para guardar, para lembrar, para sonhar. E aqui será como um ponto de encontro entre eu, que escrevo e compartilho, e vocês. Ponto de encontro das memórias e dos sonhos. Da ficção e da realidade. Escrevo, às vezes sem saber, às vezes para sorrir, às vezes por amor, às vezes pra lembrar. Mais uma vez, sejam bem vindos(as). Partilhe comigo este mundo de sonho que existe na palavra.

“Quanto a escrever, mais vale um cachorro vivo…” (Clarice Lispector)

Pedro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s