Inverno

Ah, meu anjo, se você pudesse entender o que se passa dentro de mim, se você pudesse sonhar comigo e me falar o que eu preciso ouvir… tudo seria mais fácil, tudo seria diferente. O meu tudo, o seu tudo. Se você soubesse compreender a vida do jeito que eu entendo, você não faria essas escolhas que ao final só causarão tristezas. E elas me deixam triste por que eu sei que é você quem vai sofrer. Ah, meu anjo, meu anjinho, minha doce menina… Se eu pudesse abrir o meu coração pra te mostrar tudo de lindo que há nele, você então veria o lugar mais bonito já contemplado pelos seus olhos. Mas, infelizmente, não se pode abrir o que está em pedaços. E está tudo em pedaços desde que você se foi. E eu fico me perguntando se você um dia volta. Será? Mas você volta, com o coração partido, mas volta. E, assim, eu esperarei você voltar pra mim. Do mesmo modo como as estações voltam todos os anos. Esperarei o inverno chegar pra reunir os pedacinhos do seu coração partido e deixá-lo voar novamente, esperançoso de que um dia ele volte para os meus braços e então a nossa primavera tenha início. Esperarei o dia em que você voltará para consertar meu coração partido e cansado. Esperaria você voltar para que o nosso amor finalmente floresça na primavera. Ou que seja eternamente um sonho.

Pedro Araújo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s