É assim mesmo?

Não sei se manter a racionalidade é sempre a melhor opção. Sei que fico nessa luta interna de saber o que eu quero, mas achar que eu deveria querer outra coisa. Aí a racionalidade sempre vence e acabo sempre escolhendo a outra coisa. Porque o medo da dor é grande. O medo de fazer burrada é muito grande. Aí eu acabo escolhendo o lado mais seguro, mesmo sabendo que talvez eu me arrependa. E a vida vai seguindo enquanto eu fico aqui, me escondendo na minha covardia, no lado mais seguro. Ao mesmo tempo que eu quero que você apareça assim, de repente, sem avisar, apenas apareça com aquele seu sorriso, e me puxe pela mão, porque você sabe que sozinha eu não consigo. Nem vou conseguir.

Laís Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s